Rotina com Gêmeos – Parte II

Se na primeira parte eu comecei dizendo que não havia rotina lá em casa, agora eu já digo logo que o tempo faz a rotina acontecer e que ela pode ser sua melhor amiga. Depois de um ano e meio, a rotina de alimentação (mamada-lanche-almoço-lanche-jantar-mamada) já estava estabelecida e era bem obedecida no dia a dia. Conseguimos fazer com que as meninas seguissem esses horário de maneira … Continuar lendo Rotina com Gêmeos – Parte II

Rotina com Gêmeos – Parte I

Essa é uma das perguntas que mais recebo: “como é a rotina com gêmeos?” Por muito tempo, minha resposta foi direta e reta: “não tem rotina”. Realmente, nos primeiros meses, não havia rotina em casa no que se referia à Isabela e Laura. As coisas aconteciam a toque de caixa e eu vivia para apagar incêndios. Não havia hora certa para dormir e para acordar. … Continuar lendo Rotina com Gêmeos – Parte I

Arrumando a casa com os filhos…

Já comentei aqui que as meninas adoram se envolver nas tarefas da casa e ultimamente querem participar de quase tudo da nossa rotina. Vejo essa não apenas como uma fase fofa, mas também como uma fase importante. Parece ser um ótimo momento para inserir Isabela e Laura de verdade nos afazeres domésticos, como brincadeira, claro, mas também como estímulo ao seu desenvolvimento e engajamento em … Continuar lendo Arrumando a casa com os filhos…

“Mães, esqueçam os comerciais de TV!”

Como a criação de filhos não é uma arte apenas das mães, hoje trazemos a visão de um pai  e amigo muito especial sobre a maternidade, sobretudo aquela do pós-parto, momento tão delicado para as mulheres e também para a família como um todo. O recado dele é direto, sensível, profundo e verdadeiro. Vale a pena ouvirmos: “Hoje, (pai de um menino de 7 anos … Continuar lendo “Mães, esqueçam os comerciais de TV!”

Desmame Noturno

A amamentação para nós sempre foi uma questão delicada. Desde o início, como já contei por aqui. Tivemos altos e baixos, muitas dificuldades, dúvidas e inseguranças. Nosso começo foi dolorido, sacrificante até. Com o tempo a coisa encaixou e fluiu de uma maneira mais natural. Passei a adorar amamentar as meninas. Só de pensar no desmame já ficava um pouco angustiada. Esse é um vínculo … Continuar lendo Desmame Noturno

Só mães entenderão…

Apenas mães entenderão o que significa: Deixar de cantarolar hits da balada para cantarolar música infantil, no carro, no mercado ou no trabalho… Ter acionado um dispositivo mental antichoro e ouvir o bebê chorando mesmo quando ele está no 15º sono. E ouvir também o choro do bebê do vizinho, mesmo quando ele ainda não tem filhos… Remar contra a maré, isto é, tentar manter … Continuar lendo Só mães entenderão…

Look do Dia: uma inspiração “mãe pós-filhos”

Depois dos filhos, muitas coisas mudam, o guarda roupa e o look da mãe inclusive: – Mudança forçada de modelitos: as roupas passam a ter outro significado depois dos filhos, em especial se a mãe está amamentando. Botões frontais são itens de primeira necessidade. Se precisar dar de mamar para o bebê, em casa ou na rua, os botões facilitam a vida… Roupas com alça ou facilmente abríveis ganham … Continuar lendo Look do Dia: uma inspiração “mãe pós-filhos”

Não seja essa pessoa!

Ser mãe é necessariamente aprender a lidar com um bocado de palpites, conselhos, críticas e julgamentos. Parece que todos, tenham ou não filhos, sentem-se bem à vontade na posição de ensinar a mãe a exercer seu papel nos seus maiores ou menores detalhes. Os que não têm filhos reproduzem conselhos da própria mãe, das tias, avós, amigas, irmãs, vizinhas… Aqueles que têm filhos muitas vezes … Continuar lendo Não seja essa pessoa!

Sono sem fim: entre noites mal dormidas, mamadas e choros noturnos

Dormir. Do latim dormire, significa “estado de quem dorme”, “estar entregue ao sono”, “estar em repouso”, “conservar-se imóvel”, “passar a noite”, “não fazer nada”, “estar latente”. Tem um tempo que não sei mais o que é realmente dormir uma noite de sono. Precisei recorrer ao dicionário. Seria cômico se não fosse trágico! Reconheço que aquele tempo caótico de acordar a cada duas ou três horas ao … Continuar lendo Sono sem fim: entre noites mal dormidas, mamadas e choros noturnos

A Desmemoriada de Brasília

Durante a gravidez, eu já tinha percebido que eu não estava lembrando perfeitamente das coisas. Parecia que tinha ficado mais avoada. Quando falava sobre isso com conhecidos ou com minha médica, a culpa era sempre dos hormônios, como quase tudo na gravidez. Contentei-me com a informação e segui adiante, procurando anotar tudo que precisava fazer para evitar deixar algo para trás ou pelo caminho… Mas não é … Continuar lendo A Desmemoriada de Brasília

Um assunto que não cheira bem

Impressionante como o assunto “cocô” se torna corriqueiro quando se tem filhos. Nunca falei tanto sobre esse elemento em toda minha vida como falo depois que as meninas nasceram. No início, era muito cocô, de cores e consistências variadas. Toda troca de fralda tinha uma surpresinha; se a troca de fralda demorasse um pouco mais, a surpresinha vazava e lambuzava qualquer coisa que chegasse perto, … Continuar lendo Um assunto que não cheira bem

Pode não funcionar bem com gêmeos

Existem algumas coisas que são perfeitas para quando se tem um bebê, mas que não funcionam muito bem quando se fala de gêmeos. Outras você acha que vai ser um sucesso, na teoria, mas a prática mostra outra coisa. Por exemplo: – Trocador no quarto: no início, o trocador das meninas ficava no quarto delas. Funcionava muito bem, até que elas começaram a acordar e … Continuar lendo Pode não funcionar bem com gêmeos

Carta às mães (de gêmeos)

Depois de passar por fases difíceis da gravidez e do pós-parto, sempre pensava como teria sido bom se eu tivesse me informado melhor sobre algumas coisas, me preparado mais para alguns momentos e me conscientizado um pouco sobre algumas fragilidades femininas. Queria ter falado mais sobre certos assuntos, ter ouvido mais experiências reais de pessoas próximas, ter focado em coisas mais substanciais da vida da … Continuar lendo Carta às mães (de gêmeos)

Um Dia (a dia) das Mães feliz, leve e doce

Dia das Mães chegando e reflexões sobre maternidade bastante presentes. As propagandas passam lindas mensagens, mas ainda teimam em pintar aquela maternidade ideal, do “comercial de margarina”, da família linda, sorridente, saltitante. É dar uma olhada rápida em mim mesma, na minha casa e na minha família para ver o quão distante da vida real está essa pintura. A comemoração dessa data é de fato bacana: … Continuar lendo Um Dia (a dia) das Mães feliz, leve e doce