Pirenópolis com bebê: “Villa do Comendador”

Quando Isabela e Laura tinham uns seis meses, resolvemos fazer uma viagem para testar nosso nível de mobilidade e desenvoltura pós-filhos. Não queríamos muitos desafios, apenas uma experiência não muito traumática fora de casa que reascendesse a esperança de um ir e vir mais livre.

Decidimos ir a Pirenópolis!

Essa foi nossa primeira viagem e já falei dela por aqui.

Vou falar novamente, agora sendo menos sentimental e mais prática. rs

Esse era um destino bacana porque: era próximo de Brasília, viagem mais curta e menos cansativa; o fato de irmos de carro permitia levar toda a tralha que uma mãe de primeira viagem como eu obviamente levaria na primeira viagem com o(s) bebê(s); as meninas iriam confortáveis e seguras nos seus bebês conforto (dormindo de preferência); se desse tudo errado, voltaríamos rápido para casa. rs

Estratégia traçada, o plano foi colocado em prática.

Reservamos uma pousada que conhecemos antes de as meninas nascerem, a Villa do Comendador. A pousada é uma delícia, faz parte dos Roteiros de Charme, tem uma estrutura lindinha e bacaninha, umas piscinhas gostosas (uma fria e outra aquecida), bar na piscinha, restaurante com comida boa, ar livre, espaço verde e quarto confortável (escolhemos o quarto por uma questão de custo benefício, mas se for para ficar bem, mas bem mesmo, vale a pena optar por algum chalé ou bangalô!).

Fomos durante a semana, então o movimento era baixo e a quantidade de hóspedes, pequena.

O check in foi um pouco demorado: não tinha ninguém na nossa frente, mas ainda assim o funcionário demorou para finalizar o processo.

A equipe de atendimento, no geral, é muito solícita, educada e disposta.

Pedimos um quarto próximo aos acessos ao restaurante e área de lazer, porque, obviamente, estávamos com muita coisa para carregar: crianças (duas), bolsas (várias), tapetinho (um só!), carrinho (duplo).

Um ponto negativo foi não ter berços disponíveis para alocar nos quartos. Tivemos que improvisar uma cama para as meninas com uma cama de solteiro e muitos travesseiros. Deu tudo certo! Elas dormiram até bem!

O quarto tem frigobar e alguns utensílios para agilizar alguma coisa da alimentação das meninas. Isabela e Laura estavam começando a introdução alimentar, então levamos todas as papinhas prontas e congeladas para darmos no hotel.

Ficamos perto também da Copa Baby, equipada com forno, microondas e outros itens básicos para alimentação da criança. A estrutura da copa não é nada fantástica; é bem modesta, na verdade, mas cumpre sua função.

As frutinhas delas pegávamos no café da manhã!

O café da manhã está incluído na diária e é delicioso. Muitas opções gostosas!

As demais refeições são a parte.

Tomávamos um café reforçado. Depois, beliscávamos alguma coisa na piscina ou dividíamos um prato (que é bem servido) para segurar até o jantar. No jantar, comíamos super bem no restaurante do hotel. A comida lá é muito boa, bem servida e bem apresentada. Ah, e o preço é justo! As meninas comeram só as comidinhas delas mesmo.

Da área de lazer utilizamos, basicamente, a piscina aquecida. A outra piscina estava bastante gelada e as meninas detestavam água gelada (hoje já entram numa boa!).

A parte das cadeiras, sombreiros, mesas e espreguiçadeiras nos serviu bem, mas deve ficar bem cheia e disputada na alta temporada ou aos finais de semana.

img_3751-1

Na minha avaliação, a pousada faz um tipo mais adulto. Não é tão kids friendly, embora aceite crianças numa boa. É que a estrutura é mais voltada para a diversão de adultos, não há uma preocupação com entretenimento infantil. Embora houvesse a Copa Baby, não oferecia berços, não tinha brinquedoteca, nem piscina infantil nem parquinho mais estruturado para os pequenos.

Para nós, foi bom porque as meninas ainda eram pequenas e não usariam nada disso de todo modo. Hoje em dia, não seria uma opção para nossa hospedagem porque elas PRECISAM de distração e esses serviços voltados para bebês e crianças se tornaram fundamentais. Um dos requisitos para a escolha da nossa hospedagem passou a ser justamente o que o local oferece para Isabela e Laura, não tanto para nós. Se elas estiverem felizes, certamente ficaremos felizes também e a viagem será sucesso.

PS.: Se quiser uma outra opção por lá, dá uma olhada no nosso post sobre a Pousada dos Pireneus.

Anúncios

2 comentários sobre “Pirenópolis com bebê: “Villa do Comendador”

Deixe aqui o seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s