Cadeirinha de Alimentação Dobrável: nossa experiência ao longo do tempo

Nossas escolhas de itens para as crianças variam muito conforme o momento e a fase que elas e nós estamos vivendo, não é?!

À época da introdução alimentar da Isabela e da Laura, nossa primeira escolha foi a Cadeira Mode da Chicco. Foi um excelente custo benefício, tinha bom preço, compacta, fácil de limpar, aparentemente confortável e segura.

img_9840

Funcionou muito bem e atendeu perfeitamente nossas necessidades no início:

– realmente fácil de limpar: material fácil de higienizar e secar;

– acolchoado dos assentos desmontável para lavagem;

– compacta: ocupa pouco espaço, fica montada discretamente em uma das cadeiras da mesa da casa;

– transportável: a cadeira se fecha e fica com um tamanho bem pequeno e fácil de transportar;

– cinto de três pontas que fica mais seguro quando se encaixa a bandeja na cadeira.

Conforme o tempo e a introdução alimentar das meninas foram evoluindo, alguns defeitos começaram a chamar atenção:

– a bandeja pequena não permitia que as meninas participassem muito na hora da comida porque o pratinho mal cabia ali e tudo caia no chão muito fácil; até poderíamos colocar a cadeirinha próxima à mesa de jantar para ter mais espaço, mas isso não era o mais funcional pra gente;

– o assento muito ereto e pouco acolchoado começou a parecer pouco confortável quando as refeições eram mais demoradas e deixava as meninas muito pra frente;

– quando as meninas começaram a se movimentar mais, começaram a fazer força e sacudir a cadeira e se jogar para os lados, então não confiávamos deixá-las sozinhas por medo de caírem.

Precisávamos de uma segunda cadeira e, pelos pontos acima, acabamos comprando um cadeirão tradicional. Fiz um comparativo do cadeirão e da cadeirinha aqui.

Só que, passado esse momento inicial, quem se tornou obsoleto, entre os 2 e 3 anos das meninas, foi o cadeirão.

Nesse momento, a cadeira acoplável da Chicco já tinha se tornado bem mais útil e eficiente pra gente. Não havia mais medo com relação à segurança das meninas, que se comportavam melhor à mesa; as duas preferiam sentar à mesa e o fato de a cadeirinha ficar acoplada na cadeira de jantar facilitava muito isso; não usávamos mais a bandejinha, então ela deixou de ser um defeito por ser pequena; embora as meninas tivessem crescido, o tamanho do assento continuou sendo suficiente e confortável para as duas, acompanhando bem o seu crescimento.

img_9844

Olha como tudo vai mudando de figura conforme o tempo passa, não é mesmo?

Para fazer par com a cadeira da Chicco, começamos a precisar de um outro assento elevatório, para que as meninas ficassem em boa altura para comer à mesa. Nessa oportunidade, testamos e nos apaixonamos pelo booster da OXO, que já analisamos aqui.

Vale sempre repensar a utilidade de cada item antes de se adquirir ou se desfazer dele. Fica a dica!

 

Deixe aqui o seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s