Rodízio de Brinquedos a la Montessori

Criança não precisa de presente, precisa de presença. Sim, essa é uma verdade. Mas, ainda que resistamos bravamente, os presentes vem, os brinquedos se acumulam e, em um curto espaço de tempo, a casa está tomada por eles, em todos os seus cantos.

rodizio 6.jpg

O curioso é que as crianças não brincam com todos eles. Escolhem meia dúzia (e olhe lá!) e basicamente brincam com os mesmos objetos dia após dia.

Como aproveitar melhor os brinquedos e despertar mais a curiosidade das crianças para eles?

Maria Montessori já nos deu algumas dicas.

A ideia central é deixar poucos brinquedos disponíveis para evitar excesso de estímulo para as crianças, além de organizar e trocar os brinquedos periodicamente. Com opções limitadas, as crianças se concentram melhor; com a variação periódica, se desperta mais o seu interesse. Além disso, a organização fica bem mais fácil, tarefa na qual fica inclusive mais possível de envolver as crianças.

Para colocar a ideia em prática, é importante começar com uma faxina geral nos brinquedos para tirar aqueles que já não são úteis nem recomendados para a idade. Em seguida, organizar os brinquedos por categorias que forem mais convenientes para a casa e as crianças. Separe alguns brinquedos para deixar ao alcance das crianças e esconda/guarde os demais. Para isso, vai ser importante planejar um espaço, estante, armário, com caixas organizadoras, nichos, cestos etc. Faça um rodízio entre os brinquedos guardados e os visíveis, trocando-os de lugar. A periodicidade disso pode variar, podendo ser menor para crianças mais novas e maior para as mais velhas.

O bacana é deixar os brinquedos em locais acessíveis do ponto de vista da criança, para que ela, da sua altura e com o seu olhar, possa encontrar e escolher o que lhe desperta interesse, sem necessidade de interferência do adulto.

Há quem faça rodízio diário de brinquedos, deixando as caixas pré-montadas com vários objetos de interesse, apenas recolhendo e trocando os itens a cada dia. Se isso parecer muito difícil, é possível começar com trocas mensais, passar para trocas quinzenais, depois semanais, conforme a sua possibilidade…

Independente do tipo de rodízio, fica a dica de juntar algum brinquedo novo com os brinquedos antigos, mais alguns livros da biblioteca doméstica ou ainda elaborar uma caixa temática de brinquedos (cozinha, encaixe, miniaturas, geométricos…).

rodizio 10.jpg

Certamente os resultados positivos do esforço irão tornando o processo mais leve, natural e gratificante. E claro, a brincadeira vai ganhando o lugar de destaque que deve ter no dia a dia das crianças e vai ser muito mais envolvente e divertida!

Para finalizar, uma listinha de itens úteis para colocar o rodízio em prática:
– caixas organizadoras de tamanhos variados (preferência às transparentes)
– estante baixa com nichos
– prateleiras na altura das crianças
– cestos de diferentes tamanhos
– sacos tipo zip lock (para peças pequenas ou montáveis)
– etiquetas de identificação
– caneta marcadora
-tempo
-paciência
-criatividade


Fotos: Google
Anúncios

Deixe aqui o seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s