Quebrando o ciclo de violência na criação dos filhos

“Educar é autoeducar-se”*  Tem tempo que li essa frase pela primeira vez, mas ela passou a fazer mais sentido para mim na atual fase de criação das meninas. Isabela e Laura estão em pleno “terrible two”, aquele momento da vida em que os filhos ainda são pequenos no tamanho, mas gigantes em vontades próprias e na capacidade de contrariar regras e convenções de todo e … Continuar lendo Quebrando o ciclo de violência na criação dos filhos