Cadeirinha para Carro: nossa escolha

Nós mantivemos as meninas por bastante tempo no bebê conforto, até bem depois de elas completarem um aninho. Foi uma decisão baseada num misto de acreditar que era mais seguro mantê-las viradas para o banco de trás e de preguiça de pesquisar cadeirinhas para o carro. Confesso…

cadeirinha carro

Só que a situação foi ficando insustentável porque Isabela e Laura começaram a se irritar um bocado por não verem a movimentação pelo caminho e, principalmente, por não nos verem durante o trajeto. O espelho para o assento traseiro deixava que elas se vissem e nos vissem um pouco, ajudando a minimizar o incômodo por certo tempo.

Mas teve uma hora que não tinha outra solução. Elas precisavam sair do bebê conforto para uma cadeirinha urgente!

Começamos a pegar indicações e pesquisar as opções disponíveis no mercado nacional. Trazer duas cadeirinhas de fora não era uma opção viável, nem tínhamos tempo para isso.

No exterior, existem cadeirinhas muito bacanas, com tecidos diferenciados, maior inclinação, opção retrátil e de giro, 3 em 1, 5 em 1, que viram booster e tudo mais.

O mercado nacional é mais restrito, mas também tem opções legais, embora menos tecnológicas.

Depois de muito pesquisar, sobretudo preços (que variam absurdamente), escolhemos a cadeirinha Burigotto Matrix Evolution K.

É uma opção com ótimo custo-benefício, preço mais acessível que muitas cadeiras disponíveis e qualidades que a tornam muito funcional e confortável.

Ela é destinada a crianças de 0 a 25kg e pesa cerca de 9kg.

A instalação é fácil (mas ainda assim não é tão simples para ficar trocando de um carro para outro todo o tempo. O melhor é afixá-la em um carro e deixá-la morando lá. rs).

O tecido é respirável e não dá tanto calor.

O sistema de inclinação é simples e fácil, com boa angulação (são quatro posições de reclinação), o que deixa as crianças confortáveis durante a soneca.

Há apoio lateral para a cabeça com proteção contra impacto, o que é uma enorme vantagem, pois, quando as meninas dormem, sua cabecinha não fica solta, indo de um lado a outro nas curvas. O apoio é regulável e tem sete inclinações, acompanhando o crescimento da criança.

O cinto de segurança de cinco pontos é firme e acolchoado, mas, ainda assim, as meninas, vez ou outra, conseguem tirá-lo sozinhas no meio do caminho, o que me tira do sério de preocupação (e irritação). Nosso próximo passo é colocar uma trava de segurança que impeça as duas de tirar o cinto antes da hora.

A cadeirinha tem como acessório um porta copos removível (no nosso caso, usamos muito pouco porque são duas cadeirinhas no banco traseiro, sobrando um espaço minúsculo para um passageiro).

Isabela e Laura se adaptaram bem à cadeirinha nova e adoram poder observar o movimento e participar mais da viagem.

Ah. Tivemos uma taxa de redução de choro no carro surpreendente depois dessa troca!

 

Anúncios

Deixe aqui o seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s