A saga da busca da primeira escolhinha dos filhos

Chegou o tempo desafiador de encontrar uma escolinha para as meninas.

Isabela e Laura vão completar três anos e vão começar a frequentar a escola.

Por vezes ainda me pego pensando: “Pra que isso? Está tudo tão bem com as duas em casa, para que mexer no time que está ganhando?”

Por outro lado, percebo que elas estão crescidas, exigentes e demandam novos estímulos e interações, coisa que, por mais que nos esforcemos, não conseguimos suprir a contento no meio do caos e correria da rotina e do dia a dia.

Não deveria ser tão complicado empurrar os filhos pro mundo, afinal, sabemos (ou deveríamos saber) que eles não são nossa propriedade e que é nossa missão capacitá-los para seus vôos solo.

A realidade, contudo, não é tão simples. E mães com potencial melodramático como o meu podem dificultá-la ainda mais. rs

A cada visita em uma escolinha nova meu coração se aperta, por vezes fazendo faltar meu ar. É que essa nova realidade está tão próxima, tão concreta, que eu quase a sinto em mim.

Além disso, são muitas dúvidas, questionamentos e inseguranças. Ah, e também ideais e expectativas, aquelas que se desmoronam no primeiro choque de realidade.

Buscar a melhor escola para o filho é um choque de realidade daqueles.

É descobrir, mais cedo do que imagina, que a escola que você quer, que deseja, que espera logo encontrar, no fundo, não existe! Provavelmente em lugar nenhum.

Ai começa uma nova equação.

Ponderar os prós e os contras de cada opção, pesar as vantagens e as desvantagens, sopesar os defeitos e as qualidades e, no final, ver se tudo isso cabe no orçamento, se é perto de onde mora ou trabalha, se o horário atende a necessidade da família etc etc etc…

É uma conta que simplesmente não fecha.

Além disso, ter um filho em idade escolar hoje em dia desafia qualquer orçamento familiar. Mais de um então, é missão para os fortes…

Nesse primeiro momento, tudo acontece na teoria; a prática de verdade será ditada pela criança e sua capacidade de adaptação e aceitação da escolha que consideramos ser a melhor para ela. Esperamos, do fundo da alma, que ela concorde conosco, porque, caso contrário, o que nos restará? Correr para as montanhas…

(Já comentei que tenho um dom melodramático?!)

Estamos nesse estágio da nossa existência como mãe.

Nesse conflito do querer que fique e deixar ir, do querer o melhor e se contentar com o possível, do idealizar e receber doses homeopáticas de vida real.

É a primeira de muitas escolhas importantes que faremos pela Isabela e pela Laura ao longo da vida escolar (pensando bem, talvez a primeira tenha sido adiar o máximo possível esse momento).

Para mim, essa é uma escolha especialmente desafiadora porque tenho o maior respeito e devoção pela primeira infância e acredito que ela vem sendo negligenciada e esquecida no afã de institucionalizar e enquadrar as crianças cada vez mais cedo no sistema que, dizem (quem mesmo?!), ser garantia de um futuro promissor.

Só que, nesse momento, eu desejo apenas que minhas duas meninas possam ser crianças, ser felizes, ser elas mesmas, com toda sua pureza e beleza. Quero que sejam respeitadas nas suas necessidades e limitações, que não sejam pressionadas a fazer ou aprender nada fora do seu tempo e que recebam, também fora de casa, doses de cuidado e carinho.

É pedir muito?

Best_Premium_HD_www.laba.ws

 

 

 

 

 

 

Anúncios

3 comentários sobre “A saga da busca da primeira escolhinha dos filhos

  1. Como é bom ler textos que nos identificamos! A preocupação com a primeira infância, deixar a criança ser criança e descobrir o mundo a seu tempo e modo x trabalhar 8h por dia + rotina… E qual a melhor escola? Aqui também estamos em busca de uma escola para o próximo ano (hoje ele está na creche), você chegou a ver algo sobre educação personalizada? Depois nos fale mais sobre os critérios que vocês têm utilizado. Força e ótimas pesquisas!

    Curtir

    1. Aninha. Obrigada pelo comentário. Adorei! Não conheço essa proposta q comentou e vou pesquisar sobre. Em breve vou dividindo aqui a evolução do nosso processo. Beijo grande

      Curtir

Deixe aqui o seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s