“Soluções para noites sem choro” – O início

O post de hoje é um misto de “Dica de Leitura” com “Depoimento Pessoal”.

A questão do sono das minhas filhas sempre foi algo que literalmente me tirou o sono. O fato de serem duas bebês, com rotinas e necessidades diferentes, cada uma com suas manias e horários, reduzia a expectativa de uma noite inteira de sono a um mero sonho.

Passei a procurar algumas referências de leitura para entender melhor o sono do bebê e o que poderia fazer para tentar organizar as coisas lá em casa de um modo mais saudável para todos nós.

Não me identifico de modo algum com as teorias e técnicas estilo “nana neném” ou “encantadoras de bebê” que trazem como princípio ensinar o bebê a dormir deixando-o chorar sem assisti-lo de uma maneira calorosa. Se eu tivesse de escolher entre deixar as meninas chorando até dormir (o que tem potencial de levar a casa toda a um nível de estresse sem tamanho) e continuar sem dormir direito à noite, eu optaria pela segunda alternativa, sem dúvida.solucoes-para-noites-sem-choro

Foi então que me recomendaram o livro “Soluções para noites sem choro –  maneiras tranquilas de ajudar o bebê a dormir a noite toda” (“The no-cry sleep solution”), da Elizabeth Pantley!

Comecei a lê-lo pela primeira vez quando as meninas ainda eram pequenas, com poucos meses de idade. Naquele tempo, percebi que não conseguiria aplicar as rotinas propostas pela autora: as meninas ainda não apresentavam uma rotina visível – as duas tinham comportamentos de sono, horários e padrões muito diferentes –  e eu ainda estava totalmente imersa no caos diário do dia a dia com duas bebês gêmeas, tentando me recompor física e emocionalmente após o parto. Nitidamente aquele não era um bom momento para analisar as meninas, preencher tabelas, controlar horários, aplicar  técnicas e teorias, sejam elas quais fossem, mesmo que me prometessem uma noite inteira de sono. rs

Além disso, eu não tinha total convicção de que as várias e sucessivas acordadas da Isabela e da Laura à noite configuravam um problema de fato para nós. Acreditava que, com o passar do tempo e com o amadurecimento das meninas, elas iriam melhorar nesse aspecto e passariam a dormir a noite toda de modo natural.

Isso não aconteceu a contento (ainda).

solucoes-para-noites-sem-choro1

Por isso, reli o livro agora, quando as meninas já estavam com um ano e oito meses.

Ok, sei que Isabela e Laura ainda são pequenas e que acordar a noite faz parte do processo. Mas levantar 3, 4, 5, 6 vezes na madrugada tira qualquer ser humano do eixo, mesmo que ele venha da linhagem de Buda.

Não conseguia mais disfarçar minha insatisfação por acordar tantas e tantas vezes ao longo da madrugada para atender hora a Laura, hora a Isabela, hora as duas. Os reflexos disso já ultrapassaram o aspecto físico (olheiras são detalhes que muitas vezes ficam despercebidos; cansaço e  falta de disposição aparecem dia sim, outro também; a cabeça não funciona da melhor forma e falta de memória é prova disso…); começou a afetar o lado emocional (impaciência e irritação são apenas dois exemplos). Comecei a perceber que, a cada acordada a noite, eu ficava mais e mais irritada e não atendia as meninas de uma maneira saudável. Obviamente que meu estado de espírito reflete nelas e elas acabam demorando mais tempo para dormir ou acabam tendo um sono ruim. E tudo vira um ciclo vicioso e destrutivo, para todos nós…

Tinha que tomar uma atitude.

Reler o livro “Soluções para Noites sem Choro” e aplicar suas técnicas e propostas foram passos importantíssimo e impactaram nossa rotina.

Vou contar tudo dessa experiência logo mais…

P.S.: Como colocamos em prática as dicas do livro ficou para outro post, “Soluções para noites sem choro – A prática”.

 

Anúncios

4 comentários sobre ““Soluções para noites sem choro” – O início

  1. É assim mesmo…pelo menos na maioria dos casos… La em casa ate hj acordam de madrugada! Hoje sao os pesadelos que as fazem acordar na maioria das vezes! Mas depende tb de como foi o dia, a quantidade de estimulos, novidades, tudo interfere no sono delas, e consequentemente, no meu sono tb… aqui ja sao 8 anos da mais velha e 4 da mais nova e ate hj conto nos dedos as noites inteiras que conseguimos dormir…

    Curtir

Deixe aqui o seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s