Viajando de avião com bebês

Viagem de avião pode ser um momento um pouco tenso para os pais e para o bebê. Um certo planejamento pode ajudar a reduzir o estresse e os imprevistos. Algumas dicas também:

Check in: bom chegar com bastante antecedência ao aeroporto se estiver viajando com bebês. Não é permitido o check in antecipado nesses casos, então o check in presencial é obrigatório para apresentar a documentação do bebê (lembrando que bebê de até dois anos não costumam pagar passagem e vão no colo do passageiro). Faça o check in presencial com antecedência para ter mais tempo para passar pelo raio X e chegar com tranqüilidade ao portão de embarque. No aeroporto de Brasília, alguns portões de embarque ficaram bastante distantes então chegar até ele pode tomar bastante tempo.

– Documentação da criança: para viajar com criança, é imprescindível apresentar seus documentos, como a certidão de nascimento. Deixar o documento para trás pode significar perder o vôo. Se o bebê não está viajando com os pais, é importante verificar também a necessidade de autorização especial. PS.: alguns desses problemas podem, com sorte, ser resolvidos direto no aeroporto, se houver guichê de atendimento do Juizado de Menores ou da Polícia Civil.

– Raio X e revista: feito o check in, passar pelo raio X pode ser uma saga – tira bebê do carrinho, fecha o carrinho, coloca todas as bolsas e sacolas na esteira (o bebê não!rs), tira sapato, carrega criança, organiza tudo de volta, calça sapato, coloca as coisas no lugar, crianças inclusive, confere todos os pertences e, até o embarque, faz um check list mental para ver se deixou algo para trás. Mais uma razão pela qual é bom ter tempo de sobra!

– Fila preferencial para embarque: chegando ao portão de embarque, localize a fila preferencial para embarque com crianças de colo e deixe à mão cartões de embarque e documentos de todos.

– Bagagens de bordo: tente, com todas as suas forças, reduzir sua bagagem de mão, mas leve com você os itens essenciais que podem ser úteis na viagem. Viajando de aviao com bb4Tenha sempre na bolsa, por exemplo, fraldas extras, trocas de roupa para a criança, casaquinho, brinquedos, manta, aquele objeto de apego do bebê, o remédio que está sendo usado, lenço umedecido, trocador portátil, água, leite, comidinhas, carrinho (guarda chuva de preferência!). O carrinho guarda chuva é um item bastante útil no deslocamento pelo aeroporto: além de a criança e os pais se cansarem menos no trajeto, ajuda a alocar alguns itens da bagagem de mão, facilitando o transporte; ele vai com você até a porta do avião e é despachado de lá (já há alguns modelos que cabem no compartimento de bagagem a bordo!)

– Assento: prefira os assentos na frente para não ter que se deslocar muito dentro do avião e estar próximo ao banheiro também (as vezes o banheiro com trocador pode ser no fundo, o que é um grande inconveniente). Se for possível optar pelo assento conforto, é mais espaçoso e, como o nome diz, confortável. Se você viaja com gêmeos ou com duas crianças de colo, saiba que não poderão sentar todos juntos do mesmo lado por não haver máscaras de segurança excedentes suficientes; nós sempre reservamos os dois assentos próximos ao corredor!

– Decolagem e aterrissagem: Bebês e crianças podem ter desconforto no ouvido na aterrissagem e decolagem, que são momentos mais críticos com a mudança brusca de altitude (até adultos as vezes têm também!). Por isso, é bom ter a mão algo para o bebê mastigar ou beber nessa hora. Vale mamar, tomar água ou suco, comer um biscoito ou uma frutinha ou aquele lanche preferido. Chupeta, para quem usa, também pode ajudar. Aproveita e leva uns lanches extras para o caso de atraso no embarque, desembarque ou chegada ao destino. Se, por um acaso, o bebê se incomodar muito e der aquela crise de choro, respira fundo, mantém a calma e procure focar mais no seu bebê do que no passageiro da poltrona ao lado. Crianças choram, está no DNA delas!

– Brinquedos: vale a pena levar alguns brinquedos para entreter a criança durante a viagem, mesmo que não seja tão longa. Dê preferência para aqueles que não são sonoros e barulhentos (para não incomodar os outros passageiros) e evite aqueles com muitas pecinhas e pedaços pequenos (para você não ter que ficar à caça de brinquedo pelo avião). Uma dica legal é levar um brinquedo novo ou que a criança não teve muito contato nos últimos tempos para ser novidade e chamar mais a atenção.

– Dormindo no voo: Se quiser que o bebê durma durante o vôo, pode tentar comprar a passagem para os horários em que costuma ter sono ou pode ainda segurar a soneca dele até a hora da viagem.

Viajando de aviao com bb5

– Vai alugar carro no destino? Se pretende alugar carro no destino, procure fazer sua reserva com antecedência para incluir nela o bebê conforto ou a cadeirinha para bebê. Muitas locadoras disponibilizam esse item a um custo razoável; é obrigatório no transporte de criança e é infinitamente melhor pegar a cadeirinha no destino do que levá-la de casa. A tralha já é grande o suficiente sem esse item!

Bon Voyage!


Fotos: Repeat crafter me, Voegol, Courtney Staples


 

Anúncios

2 comentários sobre “Viajando de avião com bebês

Deixe aqui o seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s